Torre de Controle – Modismo ou Eficiência Operacional?

Torre de Controle – Modismo ou Eficiência Operacional?

A Transformação Digital nas Transportadoras e Operadores Logístico já  não se trata de futuro, mas sim de uma realidade  presente e atualizadíssima, neste contexto devemos fornecer  informações em tempo real e disponibilizá-las para Clientes e Emabarcadores.

Ao longo dos tempos nos deparamos com grandes revoluções e inovações tecnológicas que veio para ficar, e outros que como um raio fez um tremendo alarde, mas como um raio seu clarão não durou segundos.

E como analogia trazemos casos recentes de inovações tecnológicas que não vingou, ou seja, ficaram somente na promessa, que não nos deixe mentir o Windows Fone, Blue Ray e outras tecnologias que fizeram um grande alarde “marketing” de revolução total, mas nada aconteceu.

Porém, existem tecnologias e inovações que vieram para ficar e na qual nós aprendemos a conviver com elas, e estas já fazem parte de nosso cotidiano, tais como “Uber, Netflix…”

No mundo da Logística não é diferente, ouvimos falar de tantas soluções milagrosas que prometem entregar tudo, mas por fim nada acontece.

E na logística o que veio para ficar?

Já estamos no século XXI grandes coisas aconteceram e muitas coisas estão por acontecer, são tantas às automatizações, inteligência artificial, indústria 4.0, drones, todos estes presentes nos dias atuais e em nossas operações logística que influenciam direta e indiretamente em nosso cenário.

Porém vivemos em um Brasil, com dimensões continentais, onde a infraestrutura básica em muitas cidades são inexistentes. E aqui quero falar um pouco sobre o Transporte Rodoviário de Cargas e como a Torre de Controle pode ajudar este país de dimensões continentais, onde em muitas rodovias são formadas por buracos e não por asfalto.

Antes que devolvam a pergunta, será que a Torre de Controle não é mais uma solução milagrosa? Por que devemos acreditar que ela realmente veio para ficar?

Pois bem, o que é a Torre de Controle? Já é uma realidade ou será mais um raio a passar? O que se ganha implantando a Torre de Controle?

Vou tentar não ser muito objetivo, pois minha paixão pela logística já diria de cara Eficiência Operacional, Redução de Custo, Aumento da Lucratividade, precisa de mais explicação? Sim, necessita, pois sabemos que nem todos são movidos a paixão e por paixão e não deveriam mesmo, e para isso vamos esmiuçar neste artigo o Conceito da Torre de Controle e seus benefícios.

O que é Torre de Controle?

Do Mesmo conceito das grandes torres de Controle de aviação, ou de uma equipe de controle e monitoramento de grandes Usinas Hidrelétricas e Nucleares, assim foi adaptado para o Transporte o conceito de Torre de Controle.

Ou seja, trabalhamos assim como nos exemplos acima citado com:

  1. Informação em Tempo Real
  2. Tomada de decisão rápida e precisa
  3. Atuação nas ações preventivas e corretivas para soluções dos problemas ao longo do percurso.

Os conceitos da Torre se fundamenta em pilares, que estão diretamente ligada nos pilares que regem a estrutura organizacional da ITLoger, sem estes pilares é impossível se implantar, consolidar e extrair frutos da Torre de Controle

Vamos aos pilares que regem a Torre de Controle:

  1. Planejamento: Planejamento do Todo, com desdobramento de pequenas metas para que o todo seja alcançado.
  2. Processos: Scripts bem definido e claro, como quem faz o que, responsabilidades e autonomias, padronização de todas operações
  3. Pessoas: Time bem Treinado e capacitado, pois as tomadas de decisões ainda não são efetuadas pela inteligência artificial
  4. Indicadores: Indicadores claros com medição daquilo que deva ser controlado com precisão, com indicadores de performance operacional e gerencial.
  5. Melhoria Contínua: Nosso famoso PDCA este sem dúvida acompanha por todo o ciclo a Torre de Controle. Iremos explanar em um próximo blog sobre o ciclo (PDCA e SDCA).

Poderíamos ter incluso nos pilares acima um outro pilar que para mim está intrínseco nos demais e que este nos acompanha a todo o momento.

Tecnologia

A tecnologia tem que estar ligada diretamente à Torre de Controle, caso contrário coloca-se PX em todos os caminhões e voltamos ao século passado.

Se não tivermos bom sistema de Gestão de Transportes TMS, que se comunique com diversos sistemas periféricos tais como: Rastreadores, Controles de Jornadas, Roteirizadores, entre outros, se não possuirmos estas integrações e fácil comunicação entre eles, nada adianta termos bons procedimentos, processos e pessoas, pois o fator determinante para uma tomada de decisão está ligada diretamente à tecnologia e suas integrações, sem essa esqueça, não teremos uma Torre de Controle.

Em tempos atuais limitação tecnológica não é problema e sim solução.

Vantagem Competitiva

Poderíamos ficar aqui escrevendo milhares de vantagens em se obter uma torre de controle e vamos citar algumas, mas a principal que já começo elencando é a citada abaixo, pois para mim é a que basta, pois sem clientes nada somos, este sim, tem poder de  elevar ou fechar uma empresa, dessa forma a primeira vantagem competitiva é:

“Cliente sendo encantado com serviços de qualidade e segurança e com informações precisas e antecipadas.”

Para não ficar com delongas, algumas vantagens na Torre de Controle:

  1. Informações em Tempo Real
  2. Rápida Tomada de Decisão
  3. Aumento da Performance Operacional exponencial à Capacidade Produtiva
  4. Baixa Ociosidade Veicular, e quando existente atua-se com PDCA para eliminar o problema
  5. Tratativa dos Ofensores rápidas (quebras mecânicas, pneu furado, incidente, sinistro…)
  6. Planejamento, programação e Roteirização, bem definida e antecipada seguindo o escopo do cliente.
  7. Indicadores Operacionais e Gerenciais de Toda Operação.

Tudo muito bonito e belo no papel e no Blog..(rss), porém a implantação de uma Torre de Controle é complexa, mas seus frutos são encontrados já nos primeiros meses da construção da Torre.

E se resta algum tipo de dúvida se para sua empresa, para o seu modelo de negócio ela possa ser aplicada, saiba que a Torre de Controle, se adapta a vários tipos de modelos.

Vou citar alguns Modelos de Configurações abaixo como forma de explanação, pois à adaptabilidade é gigantesca e suas variações também, seguem os modelos:

  1. Por Processos
  2. Por Tipo de Operação
  3. Por Região Geográfica
  4. Por Unidade Negócio
  5. Por Canal de Distribuição
  6. Por Clientes ou Grupo de Clientes

Enfim, este aperitivo foi apenas uma pequena síntese do que é a Torre de Controle, vamos a cada semana falar um pouco mais sobre a Torre de Controle e como ela pode ajudar sua empresa.

Se quer saber um pouco mais sobre Torre de Controle e como a ITLOGER pode lhe  ajudar na implantação da Torre de Controle entre em contato conosco,  “O Nosso Negócio é tornar o seu um Sucesso Absoluto”.

Mauro Reis

De formação acadêmica em Tecnologia da Informação virou um entusiasta e apaixonado por logística, com vários MBA e Especialização na área, nos últimos 20 anos seu foco foi trabalhar em Logística de Transportes, gerenciando projetos de Tecnologia da Informação e Logística, em empresas de Médio e Grande Porte com sedes no Brasil e América do Sul (Argentina, Paraguai e Chile). Nos últimos 8 anos fundou a ITLoger Soluções em Logística e Tecnologia da Informação, empresa que ajuda seus clientes a aumentarem seus Lucros através de Gestão e Alinhamento de Processos.

Deixe uma resposta