You are currently viewing Cinco (5) Passos porque contratar uma Consultoria de Transportes

Cinco (5) Passos porque contratar uma Consultoria de Transportes

Em um dado momento na existência de um Transportador ou Operador Logístico, todos sem distinção necessitará de uma Consultoria de Transportes, entenda porque ela é necessária em 5(cinco) passos bem objetivos.

Sabemos que as empresas de Transportes ou Operadores Logísticos possuem características semelhantes, ou seja, ambas são movidas pela paixão do negócio e este negócio se chama logística.

Apenas amar o que se faz já não é garantia de longevidade e nem de prosperidade, se fizermos um paralelo com o século passado onde as profissões e negócio de famíla eram passados de pais para filhos, hoje as empresas além de paixão no que faz  necessitam do algo a mais, e este algo a mais fazem com que as empresas  busquem consultorias de transportes que entendam a realidade do seu negócio e tragam métodos aplicáveis, tangíveis e direto ao ponto.

Em um mercado tão veloz e voraz como nos tempos atuais exige do transportador agilidade nos processos, dinâmica e sinergia entre times, follow up automatizados para clientes e gestão de custos como garantia de longevidade.

Abaixo elencamos 5 (cinco) passos do por que contratar uma consultoria de transportes.

Consultoria de Transportes como fator Diferencial!

1. Entenda o que se faz e como se faz?

Os anos de consultoria nos proporciona diversos cases com relação a processos e métodos de trabalho e o que visualizamos quando chegamos para a realização da consultoria são empresas que fazem a máquina "Transporte" girar a todo e qualquer custo, trazendo para si alguns agravantes, tais como: funcionários estressados, ruídos com clientes, custos exorbitantes, entre outros.

Tudo isso se deve porque a empresa não entende ao certo o que se faz e como se faz , trazer resultado a todo e qualquer custo tem seu preço, e é neste momento que a empresa terá que possuir maturidade de entender que seus recursos humanos internos não conseguiram atingir o objetivo de aumentar a eficiência e eficácia de seus processos e proporcionar uma dinâmica de trabalho sem estress entre operações e Time de trabalho.

2. Automação dos Processos Físicos e Sistêmicos

Entendendo o que se faz e como se faz já é um início, mas não é o bastante, necessitamos ter dinâmica no trabalho, agilidade e garantia nas informações e a certeza que não haverá falhas e nem retrabalho nos procesos.

Hoje posuímos ferramentas de automação tais como (RPA)"falaremos em breve sobre este tema", onde os processo serão automatizados e integrados independente da plataforma de trabalho, as empresas necessitam gerir as informações e tomar decisões a partir delas.

Assim, a empresa de consultoria de transportes tem a "obrigação" de tornar claro o perfeito alinhamento entre o processo físico e sistêmico e se necessário for, automatizar tais rotinas, bem como criar métodos e metodologia para input das informações e auditoria de sistemas e processos.

3. Mitigação dos Erros

Já entendendo o que se faz e como, bem como automatizando a rotina de trabalho, a empresa tem que garantir que os processos físicios e sistêmicos não se percam e nem sse tornem obsoletos, é neste momento que a Consultoria de Transportes entra mais uma vez no cenário de criar dispositivos e metodologia para clientes, bem como treinar e capacitar os colaboradores para que qualquer erro ou mudança de setup de operação não se perca o que foi implantado em processos e rotinas automatizadas.

Neste contexto, as consultorias devem entregar o máximo de conhecimento para as empresas, pois uma empresa bem treinada com time fortalecidos e capacitados saberá o momento certo de aplicar o PDCA em suas operações, processos e rotinas de trabalho.

4. Medição de Performance (Estratégico, Tático e Operacional)

Só consegue gerir o que se pode medir, está é a velha máxima já conhecida por todos, porém na prática encontramos empresas onde os processos de trabalhos não convergem com o sistema de informação, sendo estes utilizados apenas como cunho de geração de documentação fiscal, tais como CTe, MDFe, Ciot entre outros.

Dessa forma, as empresas não possuem informações sobre as operações, performance operacional, produtividade de veículos, motoristas, clientes, entre outros. Também encontramos nas empresas informações que não se complementam e as métricas ficam apenas no empírico do Gestor ou Dono da Transportadora na hora da tomada de Decisão.

Lembrando que, todos os níveis hieráquicos devem e necessitam ser medidos, porém sabemos que qualquer medição deverá possuir uma base dados confiável, por isso auditoria de sistemas deverá ser realizado constantemente para que não haja problemas com lançamentos errôneos ou falta dos mesmos.

5. Gestão de Custo é necessário e Vital para sobrevivência

Por incrível que pareça ainda possuímos empresas que não fazem a gestão de custos de suas empresas, aqui vai um puxão de orelha e uma oportunidade para as empresas de Contabilidade, pois estas poderiam e deveriam ajudar estas empresas a entender e aplicar a Gestão de Custos, falo delas, pois são as que mais perto das empresas se encontram e estão em contato direto com os donos e gestores das Transportadoras e Operadores logísticos.

Mas também é preciso que o empresário e o gestor saiba que o custo é uma ótima ferramenta para aumento de lucratividade, e afirmo categoricamente nestes anos de consultoria que não é necessário aumentar o faturamento da empresa buscando novos clientes e adquirindo novos equipamentos para gerir as novas operações.

Se realizarmos apenas Gestão de Custos, ou seja, visualizando e eliminando os custos desnecessários, aumentamos a receita significativa entregando um lucro superior ou equivalente muitas vezes do que a busca de um novo cliente ou nova operação.

Mauro Reis

De formação acadêmica em Tecnologia da Informação virou um entusiasta e apaixonado por logística, com vários MBA e Especialização na área, nos últimos 20 anos seu foco foi trabalhar em Logística de Transportes, gerenciando projetos de Tecnologia da Informação e Logística, em empresas de Médio e Grande Porte com sedes no Brasil e América do Sul (Argentina, Paraguai e Chile). Nos últimos 10 anos fundou a ITLoger Soluções em Logística e Tecnologia da Informação, empresa que ajuda seus clientes a aumentarem seus Lucros através de Gestão e Alinhamento de Processos.

Deixe uma resposta